NÃO SABE O QUE É IPO? APRENDA AGORA!

capa_posts_oque_e_IPO_Initial_Public_Offering_Oferta_Publica_Inicial

IPO é uma sigla americana que significa Initial Public Offering, ou Oferta Pública Inicial, que como o próprio nome induz, é uma empresa que está vendendo ações pela primeira vez. Se você não a conhecia por esse nome, pode conhecê-la por abertura de capital, que nada mais é que o primeiro momento em que os donos da empresa renunciam de parte dessa propriedade em favor dos acionistas em geral. Para saber mais continue a leitura desse artigo.

Afinal, o que é IPO?

O IPO é a abertura de capital da companhia. Dessa forma, pela primeira vez está abrindo suas ações em uma Bolsa de Valores para que os interessados possam adquirir uma parte da empresa e tornar-se acionista. Isso significa que ela não é mais de um só dono, ela passou então a ter acionistas, que são pessoas autônomas que possuem uma pequena parte da empresa. No Brasil ela caracteriza uma S.A (Sociedade Autônoma) para que assim novos investidores possam adquirir uma grande parcela da empresa e poder ter direito a tomar decisões dentro dela, porém, normalmente as ações são vendidas aos milhares na Bolsa de Valores, e diversos investidores têm acesso a ela.

As grandes companhias de capital aberto geralmente têm opiniões dos investidores e eles têm relevância na tomada de decisões, já outras pequenas empresas optam por manter sua organização da mesma maneira de sempre, e nem todas as vezes os investidores são consultados, embora aumente a cobrança ao conselho administrativo .

Ao terminar o período de um ano, a lucratividade da empresa é dividida entre os possuidores das ações, com base na sua atuação no capital. Na maioria das vezes, quando uma empresa decide fazer um IPO, o seu antigo proprietário torna-se sócio majoritário, ou seja, ele detém a maior parte das ações.

Por que as empresas decidem fazer IPO?

Existem inúmeros motivos para que as empresas desejem fazer um IPO, porém há dois que merecem ser mencionados, que são: O lucro e o mérito. Fazer um IPO quer dizer comercializar uma parte da companhia para investidores que terão pouca ou quase nenhuma influência sobre ela, porém podem trazer muito retorno financeiro. Os maiores IPOs reconhecidos, recebem bilhões de dólares em apenas 24 horas.

Além do lucro, tornar-se uma empresa de capital aberto implica também ter reconhecimento no mercado. Caso as suas ações estejam crescendo ano após ano, demonstrará, dessa maneira, seu potencial de produtividade e que os negócios estão prosperando. Todavia, se diminuir a rentabilidade, passará uma imagem que a empresa não está indo bem, o que diminui também o interesse de novos investidores e consumidores.

Em regra, grandes oportunidades de investimentos que são bem divulgadas levam as ações ficarem mais cara, e empresas que não estão sendo visadas, ocorre o inverso, o preço diminui. Isso não é sempre verdade, porém, o marketing é sempre essencial para valorizar as ações.

Como Investir em IPO?

O processo é simples e você vai precisar de uma corretora.

  • Escolha a companhia:

Estude a empresa, e todo o conteúdo disponível sobre ela, faça também comparações entre as empresas concorrentes.

  • Reserva de ações:

Após escolher a empresa, é necessário abrir uma conta em uma corretora participante do IPO, apenas dessa maneira é possível reservar as ações. Não esqueça que uma vez reservadas, não é permitida desistência da compra.

  • Preço final:

Após todos os investidores manifestarem interesse pelas ações é realizada a precificação do valor das ações (book building). Esse é o preço que quem reservou os papéis irá pagar.

  • Demanda maior:

Deve haver uma demanda que cubra as ofertas pelas ações, que sejam distribuídas entre os interessados. Caso isso não ocorra, o IPO não acontecerá.

  • Início das negociações:

Depois disso, as ações começam a serem negociadas em Bolsa. Tais ações podem ser valorizadas ou desvalorizadas, depende da sua situação no mercado.   

Desvantagens do IPO para as empresas:

Bem como vantagens em se fazer um IPO, há também desvantagens, como:

  • Processo caro e burocrático: Os líderes necessitam contratar um banco para auxiliar no processo, pois é complexo e demanda dinheiro.
  • Proprietários presos às ações: Nem sempre há a possibilidade dos investidores ficarem com o dinheiro da venda de suas ações pra si, os sócios podem ordenar a investir o dinheiro de volta no negócio. Embora os proprietários fiquem com as ações, eles não poderão vendê-las por algum tempo ou nem ter esse direito.
  • Falta de controle sobre a empresa: Os donos podem perder o domínio sobre as propriedades da companhia
  • Ausência de sigilo: Uma empresa pública tem que lidar com a fiscalização da CVM e dos acionistas, o que torna publico muitas informações da empresa, o que é uma desvantagem em relação aos concorrentes.

Sabendo disso, é aconselhável que apenas companhias totalmente sólidas entrem no mercado de ações, pois dessa forma, caso apareçam fragilidades, querendo ou não, será público.

Os investidores terão conhecimento, e os clientes e contribuidores poderão se afastar da companhia por insegurança.

Vale a pena investir no IPO?

Muitas pessoas que querem ser investidores animam-se com essa possibilidade, pois podem comprar ações por um preço baixo e também tem oportunidade de lucros altos, pois   as ações dos IPOs podem alavancar o preço das ações quando vendida na primeira vez, o que será um bom retorno para os acionistas.

Porém nem tudo são só vantagens, a imprevisibilidade dos preços é sem dúvida uma grande desvantagem, visto que pode ocorrer de o valor das ações em um dia está disparado e no outro, totalmente desvalorizado.

IPO e sua importância para a economia:

A quantidade de emissão de IPOS diários é um indicador de boa economia e que o mercado esta movimentado, pois quando há recessão esse número cai, o quer dizer que a economia não vai bem.

Você já considerou fazer um IPO? Ele é uma excelente oportunidade para quem quer começar a investir, desde que seja estudado e analisado os seus prós e contras, para assim investir com segurança.

Gostou desse artigo? Responde nos comentários abaixo. Curta nossa página no Facebook para não perder nenhuma novidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *